Virtualidades


vida & sociedade

Do oito ao oitenta….

Vivemos numa época onde qualquer abuso por parte de alguém é rapidamente transformado num exagero por parte de outrem. Dito assim talvez a expressão não faça muito sentido, por isso convém concretizar:
Até há pouco tempo ninguém estranhava que o pai ou até o professor desse umas “palmadas” no menor. Obviamente que existiam abusos por parte desse “poder correccional” e daí que tenha começado a grassar pelo nosso país a ideia de que qualquer acto físico do educador sobre o menor seja considerado violência e por isso proibido. Nada mais errado!!!
Nessa medida fiquei agradado com o Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que considerou que «os castigos moderados aplicados a menor por quem de direito, com fim exclusivamente educacional e adequados à situação, não são ilícitos». Fiquei eu agradado mas os paladinos da comunicação social e da esquerda portuguesa não…. «não se pode tocar nas criancinhas» era a palavra de ordem. Pois bem, agora até o Conselho da Europa decidiu condenar esta decisão do supremo.
Não me surpreende por isso as constantes notícias que dão conta da violência exercida sobre os professores ou o constante desrespeito à autoridade do educador.

2 Responses to “vida & sociedade”

  1. # Blogger Nuno Gouveia

    A esquerda do politicamente correcto faz com que a autoridade dos professores desvaneça nesta miséria. Nas zonas problemáticas das cidades portuguesas, a violência exercida sobre as crianças por parte dos pais devia estar no topo das prioridades. Mas não, a preocupação vai para os professores que aplicam correctivos educacionais aos alunos. Sem defender a violência, obviamente, o Estado deve defender a autoridade dos professores. Curiosamente, hoje li no Público que uma professora que fora agredida, levou com um processo disciplinar pelo Conselho Executivo da Escola. E a agressora continua a passear-se pela Escola, sem que nada lhe aconteça.
    É este o país que temos.  

  2. # Anonymous João Ribeiro

    Claro que não se pode tocar nas criancinhas. Depois queixem-se que os jovens de hoje já não sejam o futuro de amanhã, mas sim os delinquentes, os marginais de amanhã.
    Em relação ao caso da professora agredida que o Nuno referiu no comentário só tenho uma pergunta a fazer, não a ele nem ao Miguel, mas a todos os que discordam desses correctivos educacionais que muitos professores ainda têm coragem para dar aos seus alunos: Será que o crime compensa?  

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health