Virtualidades


sociedade & vida

Em defesa do Não
Não sou fundamentalista pelo Não, e admito que tenho algumas dúvidas nesta matéria. Não sou dogmático. Considero pertinente alterar a legislação nesta matéria, mesmo que o Não vença. Considero que o aborto não deva ser punido com a pena de prisão.
Mas faz-me confusão algumas coisas.
Em Espanha, há um aborto em cada sete minutos. Será que é esta triste situação que os defensores do Sim querem trazer para Portugal? O Estado ao dar a sua cobertura ao aborto certamente irá promover um aumento do número de abortos, em vez de procurar aumentar as condições para o aumento da taxa da natalidade.
O Estado português vai assumir os encargos com a realização de abortos? Conforme defendeu o Miguel e muito bem, porque não o SNS assumir os custos com a saúde dentária de alguns portugueses, o que não acontece? Será que não há coisas mais urgentes para o SNS tratar?
Os defensores do SIM defendem a despenalização da IVG, mas o que irá acontecer caso vença o SIM é a liberalização da IVG até às 10 semanas. Eles prometem acabar com o aborto clandestino, mas sabemos que isso não vai acontecer.
A radicalização de alguns sectores do Não é criticada pelo lado moderado do SIM, e eu acompanho-os nestas criticas, nomeadamente relativamente à posição da Igreja e de alguns sectores conservadores. Mas será que estes moderados do SIM não ficariam melhor na "fotografia" se fizessem o mesmo relativamente às posições da extrema esquerda nesta campanha?

0 Responses to “sociedade & vida”

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health