Virtualidades


Eu voto em Pedro Passos Coelho

Esquecendo as duas candidaturas, que pouco significam, temos três candidatos que apresentam perspectivas diferentes, mas que resumem a essência do partido.

Manuela Ferreira Leite representa a melhor fase do PSD, e consequentemente, do país, em termos governativos. É a herdeira directa dos dez anos de Cavaco Silva à frente do governo, o único período pós 25 de Abril em que Portugal realmente evoluiu. A sua candidatura é de rigor e responsabilidade, trazendo a credibilidade que tem faltado ao PSD nos últimos anos. Até poderá ser a mais que provável candidata a Primeiro-Ministro contra José Sócrates. E com possibilidade de vencer. Mas é uma candidata do passado. E eu quero o futuro.

Santana Lopes, por culpa de si próprio, representa o passado recente do PSD, que não deixa saudades a ninguém. É um erro enorme esta candidatura. Portugal não é Itália e Santana não é Berlusconi. Santana Lopes foi leal a Luís Filipe Menezes. Parece que alguns dos fiéis apoiantes de Menezes não conhecem o significado dessa palavra. Este era o tempo de estar resguardado, como foi um erro ter voltado para a liderança da bancada parlamentar. Há que saber atravessar o deserto. Santana não jeito, nem feitio para estar afastado da vida pública. Alguém ao seu lado o deveria ter convencido a ficar em casa. Pelo menos desta vez.

Pedro Passos Coelho. Representa o futuro do PSD. As suas ideias demonstram um tempo novo para este partido. Sem os preconceitos ideológicos pós 25 de Abril, com este candidato, o PSD poderá assumir-se com um verdadeiro partido de centro direita, com ideias de futuro e que este país urgentemente necessita. Não quero saber de cálculos eleitorais, de quem é o melhor candidato a Primeiro-ministro ou questões meramente tácticas. Estou farto de ser governado por políticos sem rasgo ideológico, sem vontade de mudança, sem alma política. Os resultados de 34 anos de democracia estão à vista. Para mudar será preciso começar de novo. Com ideias novas e com novos protagonistas. Por isso, nas próximas eleições directas, votarei, com convicção, em Pedro Passos Coelho. Até pode perder as directas. Até pode nem ter hipótese de derrotar José Sócrates. Eu acredito que pode. Eu não me resigno com este Portugal mesquinho e miserabilista.

Etiquetas: ,

0 Responses to “Eu voto em Pedro Passos Coelho”

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health