Virtualidades


A mesma estratégia de sempre

Pedro Marques Lopes, no Atlântico

Entendo muito bem a vontade de trazer ao debate a questão do bloco central. Do lado direito, esta questão é uma espécie de bóia de salvação quando tudo parece perdido. Para o lado esquerdo, o cenário seria tão bom que essa rapaziada nem quer falar dele para não levantar problemas. No fundo é a estratégia do PC e o BE a resultar: colar o PS ao PSD. Pela parte do Prof Marcelo é uma estratégia tão evidente que nem parece dele: cria um facto político, põe toda a gente de cabelos em pé e faz a Dra Ferreira Leite sair em ombros depois do discurso da próxima sexta-feira quando afirmar que jamais fará o bloco central. Depois desta declaração, a Presidente do PSD já não vai – no pensar dos estratega(s) de Ferreira Leite – ter de dizer mais nada ou quase nada: uns ataques ao Governo, umas afirmações grandiloquentes sobre seriedade e credibilidade e de caminho alternativo nem uma palavrinha. É a estratégia do costume: o poder em Portugal não se conquista, apenas se perde. Por isso o melhor é ficar quieto, esperar que alguém faça oposição. Fingir que não se vê quando umas organizações de camionistas bloqueiam o país, não propor nada que seja minimamente impopular e esperar que as pessoas queiram tão só mudar as moscas. Diz que é sentido de Estado.

Etiquetas: ,

0 Responses to “A mesma estratégia de sempre”

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health