Virtualidades


A retórica e a demagogia

Na apresentação do portal da sua candidatura presidencial, o Prof. Cavaco Silva defendeu que os portugueses sabem separar a retórica da realidade. A verdade é que a candidatura do Dr. Mário Soares tem sido demagogia e retórica a todos os níveis. Todos os dias somos confrontados com declarações simplesmente burlescas e demagógicas deste candidato. Ainda esta semana, Mário Soares referia que com ele na presidência, tumultos e confrontos como os Paris seriam perfeitamente evitáveis. Ele, com perfil humanista e de diálogo, saberia como lidar com a situação. Provavelmente iria negociar tréguas com os gangs de rua, como sugeriu há algum tempo em relação à Al-Qaeda. Hoje acusou o Prof. Cavaco Silva de ser o candidato “esfinge”, em mais um ataque inaceitável ao seu propagado silêncio. Como alertou e bem Pacheco Pereira, no Pulo do Lobo, cada candidato escolhe a sua estratégia de comunicação. Se Cavaco Silva considera que não deve andar todos os dias a dizer, desculpem-me a expressão, “baboseiras”, ainda bem, pois é sinal que sabe o que está a fazer. Cavaco Silva tem falado o suficiente para explicar ao país as suas motivações e projectos que tem para oferecer Portugal, qual o melhor caminho para atingir o tão desejado desenvolvimento. Soares fala todos os dias, e a toda a hora, mas ninguém lhe conhece uma ideia, um projecto para Portugal, apenas os ataques inadmissíveis a Cavaco Silva. A diferença está na verdadeira razão que está por trás das candidaturas. Mário Soares candidata-se por oposição a Cavaco Silva, enquanto este se candidata por Portugal.

0 Responses to “”

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health