Virtualidades


política à portuguesa

O mesmo de sempre...

As greves servem sempre retirarmos algumas ilações de quem nos governa, mas principalmente o carácter dos sindicatos. Estes últimos marcam sempre as greves, de modo que dê para os faltosos aproveitarem um fim-de-semana alargado, se possível indo de férias. Os governos dizem sempre que as reformas vão continuar e nada mudará. Sempre me fez confusão estas greves marcadas por estruturas sindicalistas, influenciados pela cartilha estalinista, e em termos de progresso social pouco fazem para defender os reais interesses dos trabalhadores. A minha solidariedade para o governo nesta matéria. Há locais próprios para debater, discutir e chegar a consensos. Não em fins-de-semana prolongados nem em manifestações de rua com as bandeirinhas vermelhas.
Outra coisa estranha nas greves é sempre os números. O governo diz que foram 10%, os sindicatos 80%. Será que é tão difícil saber quantos funcionários públicos aderiram à greve? Suspeito que não sejam dados concretos, apenas desejos irrealizáveis dos dois lados.

0 Responses to “política à portuguesa”

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health