Virtualidades


Caso das escutas…

Ainda ontem tivemos um pequeno teste às capacidades dos candidatos presidenciais. Surgiu o caso das escutas telefónicas aos políticos. Obviamente caiu o Carmo e a trindade…ou não se tratasse da classe política.
Logo pela manhãzinha, aquando do aparecimento do 24 horas nas bancas, Manuel Alegre e Louça afirmaram que demitiriam o Procurador-geral da República. Mário Soares referiu que as escutas tinham de ser limitadas no tempo, individualizadas e excepcionais. Cavaco Silva referiu que era necessário investigar melhor os factos noticiados.
Ora bem, hoje sabemos alguns outros factos. Afinal não foi bem como o jornal noticiou. Pelos vistos Manuel Alegre e Louça, na sua louca ânsia de populismo, falharam o alvo. Anteciparam-se e revelaram que não têm perfil para um cargo que exige ponderação e responsabilidade.
Mário Soares revelou que de jurista têm pouco. As escutas já são excepcionais, já estão limitadas no tempo e obviamente que são perfeitamente individualizadas. Quem não sabe do que fala têm apenas uma opção, estar calado.

1 Responses to “”

  1. # Blogger chrisbrooks4022

    I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog

    http://www.juicyfruiter.blogspot.com  

Enviar um comentário

Links to this post

Criar uma hiperligação


Web This Blog

Blogues




© 2006 Virtualidades | Blogger Templates by GeckoandFly.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.
Learn how to make money online | First Aid and Health Information at Medical Health